5 desenhos antigos que devem ter traumatizado muitas crianças


São muitas os canais de televisão que através de desenhos faturam uma grana preta. É comum em desenhos para adultos vir um humor mais pesado e com temas polêmicos, como é o exemplo de Family Guy, South Park etc. O que choca é ver esses temas em desenhos infantis, o Ze Zumbi reuniu 5 desenhos antigos que devem ter traumatizado muitas crianças.


5º Bimbo's Initiation (1931) Tortura, insanidade sexual e Betty Boop













A única palavra para descrever esse desenho criado pelos Estudios Fleisher (a maior rival da Disney na época, responsável pelos desenho do Popeye e Superman) é "inferno".

A história segue o cão Bimbo, um mascote esquecido dos anos 30, que cai em um buraco e encontra estranhas pessoas negras com cabeças de vela em um tipo de seita macabra, que cantam para bimbo "Quer ser um membro? Quer ser um membro?"





Horrorizado, Bimbo diz "não", o que se prova a pior decisão de sua vida. Bimbo é submetido a vários métodos de tortura e tentativas de assassinatos, que vão desde uma placa com espinhos descendo lentamente sobre ele enquanto ele está preso no chão...


...ser forçado a andar em uma bicicleta ligada a uma roda com mãos que esfregam sua bunda com tanta força que fumaça começa a sair dela ...


... até ser preso em uma sala giratória, a la Inception, enquanto uma grande faca saindo da parede cutuca repetidamente sua bunda. Você sabe, as coisas habituais de desenho animado.


Depois de passar por uma sala onde machados chegam perigosamente perto de decapitá-lo, Bimbo é jogado em um outro quarto, onde fica cara-a-cara com o líder das pessoas-vela, que revela quem ele é realmente... e ele é a Betty Boop!?


Por um segundo, parece que o pesadelo finalmente acabou e desenho animado vai ter um final feliz... mas, em seguida, todos os outros membros do povo vela revelam que eles também são Betty Boop. Todos eles. Bimbo, surta neste momento, simplesmente desiste e junta-se a degenerada dança ritual dessa seita. Bem-vindo ao inferno!


Alias, você reconhece esse sujeito que deixou Bimbo cair nesse labirinto de horrores? 

Veja o vídeo:


4º The Little Pest (1931) - Um bebê é agredido e afogado


 Este desenho animado da Columbia Pictures, lançado em 1931, foi criado por Dick Huemer (que também trabalhou em filmes da Disney como Fantasia e Dumbo), é estrelado por um jovem sociopata chamado Scrappy, cujo passatempo principal está em agredir bebês.

O desenho segue Scrappy enquanto ele tenta se livrar de seu irmão bebê, para assim ele poder ir pescar com seu cão. Quanto mais o bebê insiste em segui-lo, com mais violência Scrappy reage contra ele. Ele começa com alguns empurrões leves e ameaças:


Mas então, rapidamente isso evolui e Scrappy bate na cara do garoto, com força suficiente para mandá-lo voando a vários metros de distância:


Scrappy abandona seu irmão na floresta e vai pescar, mas, em seguida o bebê chega até ele. As coisas se acalmam por um minuto, só que logo ficam violentas de novo quando a linha de pesca de Scrappy fica enroscada com a do irmão, ele acaba se irritando e empurra o coitado na água. O bebê, obviamente, não sabe nadar e começa a gritar por socorro:


Scrappy finge não ouvi-lo e começa a ir embora, assobiando alegremente ao ouvir os barulhos horríveis de um afogamento infantil.


De repente, Scrappy decide salvar seu irmão... não porque sua consciência lhe diz para fazer isso (ele não tem uma), mas porque ele tem uma visão de uma cadeira elétrica. Pois se ele for matar o seu irmão, isso tem que ser discreto e não deixar para trás qualquer prova.


Depois de vários momentos de pânico, o bebê é revivido, e por um segundo Scrappy parece aliviado, até mesmo emocionado... mas depois o bebê diz: "Eu quero um copo de água", fazendo Scrappy jogar seu irmão novamente no lago e fim.

Veja o vídeo:




3° Blue Cat Blues (1956) - Tom e Jerry ficam deprimidos e se matam



Ao longo de 70 anos, Tom e Jerry sobreviveram a muitas explosões de face, mordidas de cães e acidentes relacionados com ratoeiras, eles já conhecem o real significado da dor. É por isso que um desenho animado de 1956 decidiu levar as coisas para o próximo nível, ferindo não os seus corpos, mas suas almas.

O desenho animado começa com Tom sentado no meio de um trilho, ele tem a clara intenção de morrer atropelado pelo trem, uma suave narração de Jerry diz "em poucos minutos tudo vai estar terminado" e que "é melhor assim."


Em seguida, um flashback mostra o motivo do suicídio de Tom: uma gata.


Tom se apaixona imediatamente por ela e eles têm alguns momentos de ternura juntos (tanto quanto podemos dizer, porque a expressão dela nunca muda), mas a gata acaba deixando-o no momento em que vê um outro gato com mais dinheiro. Tom tenta reconquistá-la usando suas economias para comprar jóias:

E se vendendo como escravo por 20 anos para comprar um carro novo.

 
Mas nada funciona, devastado ele começa a beber

Finalmente, voltamos aos trilhos, com Tom à espera da morte, Jerry reflete sobre o quão sortudo ele é por ter uma namorada amorosa - no entanto, o mundo de Jerry desaba, quando ele vê sua namorada o traindo com um cara que ela tinha acabado de se casar, Jerry se junta a Tom sobre os trilhos, ambos à espera da morte.

Então... essa é a hora onde eles se abraçam e percebem que nunca estarão sozinhos enquanto tiverem um ao outro, certo? Ou, pelo menos, eles se lembram que são um gato e um rato e começarão uma seqüência de perseguição, unidos em seu ódio? Certo? 


Não... Eles apenas ficam lá sentados enquanto ouvimos um apito que indica que o trem se aproxima.

2° Balloon Land (1935) - Pessoas camisinhas contra o monstro da masturbação


Esse desenho de 1935 foi criado por Ub Iwerks (também conhecido como co-criador do Mickey)

.
Balloon Land supostamente se passa em um mundo povoado por balões com vida, e a julgar pela imagem acima, eles são do tipo que embrulham pênis. A história começa com o povo balão tirando borracha de uma árvore viva e colocando em uma máquina que molda um menino e uma menina balão. 

Essas crianças não tem nem cinco segundos de vida, quando um homem os avisa por meio de uma canção que se entrarem na floresta eles irão topar com uma criatura que "rasgará suas peles." As crianças, sendo crianças (e idiotas), decidem fazer exatamente isso, e quando elas adentram na floresta vêem um Homem Agulheiro, que parece... espera, o que... O que ele está fazendo?


Aparentemente o Homem-Agulheiro deveria se parecer com um alfinete (ou era isso que o criador disse a polícia), mas os animadores não sabiam o que fazer com a enorme vara de metal que saia de seu quadril, e acharam que seria apropriado que ele a puxasse em frente as crianças.


Além de ser um pervertido, o Homem-Agulheiro também é um psicopata certificado que ronda em torno da cidade dos balões assassinando pessoas, cutucando-os com sua grande vara afiada - Como este cara, estereotipado racialmente, completamente inocente, cujo único crime foi deixar as crianças se esconderem em sua casa:


O Homem-Agulheiro sai em uma fúria assassina por toda a cidade - os cidadãos enviam um exército inteiro de homens balões para detê-lo, mas eles acabam sendo inúteis. Eventualmente, os cidadãos descobrem que podem detê-lo usando borracha crua e empurrando-o para fora da Cidade dos Balões até que, literalmente, ele cai para a sua morte.

Veja o vídeo: 



1º Swing You Sinners! (1930) - Viagem louca de ácido


O desenho começa com um cão tentando roubar uma galinha e é perseguido por um policial gordo. Enquanto escapa, nosso protagonista vai parar em um cemitério e a partir de então que o terror começa.


Acontece que tudo neste cemitério é vivo, inclusive as coisas mortas. Especialmente as coisas mortas. Para começar, o portão abre a boca e engole a sua própria chave, isso nunca é um bom sinal...


Só a boca do portão seria terrível o suficiente, mas infelizmente, está prestes a ficar muito pior: Mais bocas abrem no chão e tentar engolir o protagonista, as lápides tomam vida e começam a cercá-lo, dizendo-lhe o quão terrível ele é.


O protagonista tenta escapar, mas cada vez mais seres dementes das profundezas obscuras da imaginação aparecem, eles o condenam pelos "frangos que ele costumava roubar... coisas que costumava atirar ... meninas que costumava paquerar." Espere, é isso? Isso é tudo que este cachorro fez para merecer ser submetido a este horror?


O protagonista corre para um celeiro onde a loucura continua. Primeiro, ele é atormentado por objetos inanimados claramente possuídos por demônios e uma versão gigante do frango que ele roubou...


Então sua roupa de baixo começa a flutuar e vira um fantasma que tentar cortar sua garganta.


Ele corre de volta para fora, mas o celeiro todo se transforma em rostos macabros que parecem uma arte de algum cartaz psicodélico dos anos 70.


Nosso herói é perseguido até uma caverna por uma fila infinita de fantasmas, aqui o desenho deixa de brincadeira e entra apenas numa badtrip louca de drogas pesadas. Surge uma coisa parecida com um sapo se alisando e cantando.


Um esqueleto gigante corta a cabeça do cachorro com uma faca...


E finalmente o engole...


Veja o vídeo: 



Via: Ze Zumbi